ArtigosCarreira

5 dicas para conquistar a admiração e confiança da sua equipa

Os resultados são sempre melhores quando as pessoas se sentem compreendidas e apoiadas, pois ganham confiança, segurança e sentem-se felizes. Passam a produzir mais, com mais comprometimento e de forma consistente.

Todas as experiências humanas, incluem a totalidade da pessoa, o corpo, o pensamento, as emoções e a sua dimensão espiritual, esteja esta mais ou menos consciente ou desenvolvida.

Independente do ambiente em que se realiza, cada experiência inclui a “história emocional” do indivíduo, com as suas aspirações, sonhos e medos. No espaço laboral, além disto, as relações entre colaboradores e chefias são mediadas pela autoridade relacional entre ambos.

É desejável que estas relações fluam, através de uma matriz emocional que conduza aos níveis de produtividade e desempenho necessários, mas também se traduza em satisfação e leve à concretização das aspirações dos envolvidos.

Neste contexto, a geração de confiança numa relação de hierarquia, encontra-se essencialmente no lado do líder, a quem compete maior responsabilidade.

Como, então, conquistar a admiração e confiança da sua equipa?  

Ao longo de duas décadas de experiência e investigação, enquanto executive coach e consultora, sei que: Quando as pessoas sentem admiração pelos seus líderes, geram uma base sólida de confiança, que é percebida como inspiração, motivando o desempenho e a vontade de melhoria contínua.

São os aspetos emocionais resultantes da experiência humana que mobilizam as pessoas, e as levam a agir, objetivamente, de uma determinada maneira.

Por isso, é na qualidade emocional da relação líder/equipa que se encontra o segredo de um equilíbrio potenciador de resultados.

Estes cinco passos, e como os praticar, dão-lhe acesso à admiração e confiança da sua equipa:

1. COMUNICAÇÃO CLARA E AUTÊNTICA
A um nível inconsciente, as pessoas sentem quando alguém não é verdadeiro, e ficam retraídas.
O líder deve estar atento à forma como comunica e às palavras e entoação que usa, além de ser um bom ouvinte, dando oportunidade aos outros de se expressarem. Deve ser firme e ter um foco bem direcionado ao objetivo, reduzindo o mais possível a dispersão.

Praticar: desenvolva a escuta ativa, a autenticidade e firmeza entre o que diz e o que faz, o foco e um mindset positivo e construtivo. São elementos chave para ser compreendido e gerar vontade de agir.

2. PROXIMIDADE E ABERTURA
Demonstrar uma proximidade cordial e atenta para com os seus colaboradores.
Conhecer pelo menos um ou dois aspetos pessoais de cada um, para poder felicitá-los e celebrar com eles as vitórias e sucessos, mas também os apoiar quando as coisas correm menos bem, mesmo nalgum momento mais difícil, pessoal ou familiar.
Quando se sentem apoiadas, as pessoas respondem com mais facilidade, pois têm necessidade de corresponder.

Praticar: desenvolva o amor por si mesmo. Pratique mindfulness: passará a adotar uma visão mais positiva de si e dos outros, a gerir a tensão e o stress, a focar-se no que é importante, a reduzir a dispersão, a ter mais clareza e intuição em relação às decisões que deve tomar, a desvalorizar o que não tem importância.

3. SER UM BOM EXEMPLO
É da natureza humana inspirar-se com os outros. Se o seu líder for inspirador, a equipa admira-o e sente-se estimulada e motivada para corresponder às solicitações e dar o seu melhor. Desenvolva um ambiente colaborativo, no qual todos se sintam a participar.

Praticar: seja coerente entre o que diz e o que faz. Trabalhe o seu mindset, conheça as suas forças e valores e aprenda a praticá-los, desenvolva a confiança e o amor por si mesmo.

4. SER TOLERANTE E EXPRESSAR GRATIDÃO
O empoderamento de uma equipa não se baseia só nos resultados obtidos, são os fatores emocionais que mobilizam as pessoas.
Criar uma relação de confiança é ser capaz de apoiar perante as dificuldades, e nunca esquecer de celebrar cada conquista.
O feedback é fundamental para manter as emoções positivas estimuladas.
Ser tolerante é apoiar sempre a sua equipa, estar disponível e ao mesmo tempo ser cordialmente firme em relação aos objetivos que espera deles.
Celebrar e expressar gratidão é dar-lhes oportunidade para se sentirem capazes e com isso estimular a melhoria contínua.

Praticar: verifique que tipo de estímulo está a dar. Dê feedback. Seja este positivo ou negativo, faça-o de modo a estimular as pessoas, incentive-as a promover o que têm de melhor, mostre-lhes que têm vantagens em melhorar.

5. ESTAR EM CONSTANTE EVOLUÇÃO
Esteja determinado a evoluir constantemente e desenvolver os seus potenciais.
A admiração e confiança da sua equipa, são o espelho daquilo que vê e sente sobre si.
O papel desafiante da liderança, que se desenrola dentro da sua experiência humana, é um constante desafio às suas competências e capacidades, e merece ser reconhecido.
Para começar, conquiste-se a si mesmo, com estes cinco passos. Isso fará de si um líder exemplar!
Se precisar de ajuda, conte comigo, e com todo o meu apoio e experiência centrados em si.


POR: Maria Julia Nunes – Executive coach e mindfulness leadership trainer na inSoul

Artigo in RHmagazine, n.º 112, Setembro/Outubro 2017

Mais artigos de interesse:

Facebook
image_pdfimage_print
Previous post

Limiano apresenta projeto de responsabilidade social - “Hora do Natal”

Next post

10 Dicas de coaching para mudar de hábitos em 2018

Ana Silva

Ana Silva

No Comment

Deixar uma resposta