AtualidadeProdutividade

5 maneiras de preparar a sua empresa para a Geração Z

A Geração Z está preparada para entrar na sua empresa?
Em todo o mundo, cerca de 73 milhões de novos profissionais estão dispostos a ingressar no mercado de trabalho, e como todas as gerações, tem as suas próprias preferências, perspectivas e condições para se tornarem únicas.

Este termo de “Geração Z” ou “iGeneration” corresponde a pessoas que nasceram em meados dos anos 90 até ao início dos anos 2000, ou seja, com vinte e poucos anos. Como se caracterizam? São tecnológicos, criativos, inovadores e acima de tudo gostam de fazer a diferença. Então está na hora de preparar a sua empresa para receber esta geração.

Se alguma vez, já passou por este processo é preciso referir que toda a preparação é diferente relativamente aos millennials.

1. Ofereça oportunidade de crescimento na carreira

Falamos de uma geração de profissionais que está centrada no crescimento que eventualmente pode esperar da empresa. Até onde podem ir? A sua empresa oferece-lhes uma aprendizagem contínua, desenvolvimento profissional e desafios que possam alcançar?

Estas são algumas perguntas que deve estar a colocar neste momento. A Geração Z pensa muito nas suas ambições e nos planos para o futuro. Então o que mais desejam é um trabalho árduo e que lhes dê as ferramentas necessárias para terem sucesso profissional e para que possam chegar onde querem chegar.

2. Abrace a competitividade

Os millennials apreciam a colaboração no trabalho, já a Geração Z é considerada mais independente e mais competitiva. Na realidade, esta geração precisa de vencer para chegar até onde pretende. Algo como “se quer um trabalho perfeito, faça você mesmo”.

A multinacional Ernst & Young realizou uma pesquisa nos Estados Unidos, com 1.800 pessoas, em que o objetivo era obter informações sobre a “Geração Z”. Através do estudo descobriram que a maioria dos jovens têm a mentalidade “do-it-myself” e com um espírito bastante empreendedor. Esta geração assistiu a outros empreendedores com a mesma idade, terem sucesso ao criarem as suas empresas, sendo esta uma mentalidade independente que se reflete na sua atitude para trabalhar.

3. Construa um local de trabalho centrado na tecnologia

A “Geração Z” nasceu e cresceu no momento alto da tecnologia, e num mundo que está na vanguarda em quase tudo. Segundo alguns especialistas,  90.6% das decisões da “Geração Z” são tomadas pela sofisticação tecnológica existente na empresa.

É uma geração que defende que a tecnologia é fundamental para que se sintam ligados com o resto do mundo, o que uma empresa com uma tecnologia mais antiga não irá permitir. Se pretende recrutar um jovem profissional da “Geração Z”, (brilhante e motivado) então precisa de atualizar a tecnologia da sua empresa.

4. Comunique cara-a-cara

Por incrível que possa parecer, a Geração Z é mais dada as conversas pessoais. Ou seja, mesmo que seja uma geração que está mais envolvida com a tecnologia, em comparação com outras gerações, é aquela que prefere uma comunicação mais cara-a-cara, do que uma comunicação digital.

Então se utiliza plataformas profissionais de conversação, esqueça-as. Pois, segundo um estudo, 84% dos jovens dão importância a este tipo de comunicação pela transparência e honestidade que existe nela. Preferem que os colegas e chefes lhes digam nos olhos o que está bem e o que está mal, e assim estabelecer uma conexão profissional real.

5. Motive-os com dinheiro

É importante para esta geração fazer a diferença e crescer a nível pessoal e por isso também é uma geração motivada pelo dinheiro. Muitos destes jovens cresceram durante uma altura de crise em que vivenciaram familiares a perder o emprego e a forma como enfrentaram essa crise permitiu-lhe uma maior valorização em relação ao dinheiro, muito diferente dos millennials que não eram tão preocupados.

A “Geração Z” é das gerações mais tecnicamente avançada e com uma abordagem mais difícil para o trabalho. É uma geração que quer ganhar, ter sucesso, ganhar dinheiro e ter acesso às melhores ferramentas.

Atualmente existem quatro gerações diferentes num local de trabalho: os Baby BoomersGeração XMillennials e a Geração Z, o que não é propriamente mau. Esta mistura de gerações permite apreciar melhor um pensamento avançado, o trabalho árduo e também a transparência que a “Geração Z” pode trazer para dentro de uma empresa.

Artigo publicado no Blog – Alertaemprego.pt

Mais notícias:

Previous post

Grupo OLX recruta mais 100 profissionais para centro tecnológico em Portugal

Next post

A Universidade Europeia tem um novo Reitor

Vanessa Henriques

Vanessa Henriques

Diretora Executiva da RHmagazine

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *