MDS tem nova DRH

Liliana Silva Cerqueira é a nova diretora de recursos humanos da MDS, multinacional portuguesa líder em consultoria de seguros e risco.

Liliana Silva Cerqueira é licenciada em psicologia pela Universidade do Minho e pós-graduada em gestão estratégica de recursos humanos pela APG e em psicoterapias cognitivo-comportamentais pela CRIAP, possuindo ainda o Programa Avançado de Gestão de Pessoas da ANJE. Iniciou a sua carreira como técnica de recursos humanos na Silva e Sistelo, empresa industrial na área têxtil. Prosseguiu para a Optifone, onde construiu de raiz o departamento de RH e reformulou as políticas e procedimentos da área, exercendo a função de responsável de recursos humanos.

Já em 2011, assumiu a responsabilidade da plataforma de RH do Porto, na STEF, e em 2013 foi promovida a responsável de desenvolvimento organizacional em Portugal, com responsabilidades de controlo de orçamento, KPIs, desenho de projetos, formação, acompanhamento de equipas e capacitação de lideranças, gestão de desempenho, programas de atração de talento, planos de desenvolvimento de carreira, entre outros.

As suas competências serão agora colocadas ao serviço do Grupo MDS, que conta com mais de 200 colaboradores em Portugal.

Outras notícias




Novo country manager da Sage em Portugal

Josep Maria Raventós foi nomeado country manager da Sage em Portugal, função que acumula com a de managing director da unidade de negócio de accountants da Sage em Espanha, a qual desempenha há seis anos.

Formado em economia pela Universidade de Barcelona, e com especialização na ESADE Business & Law School, Josep Maria Raventós conta com 12 anos de experiência na Sage, percurso que iniciou em 2005 enquanto managing director da Unidade de PME da Sage em Espanha. Conta com um percurso vasto e enriquecedor, tendo passado pela Logic Control S.A, empresa situada em Barcelona, onde aprofundou os seus conhecimentos em gestão e economia durante 24 anos.

Josep Maria Raventós junta-se agora à Sage em Portugal enquanto Country Manager, substituindo Maria Antónia Costa que, após dois anos no cargo, integra a equipa da Sage no Brasil.

“É uma honra juntar-me a uma equipa de excelentes profissionais e com um enorme potencial, que tem demonstrado que mesmo nos mercados mais desafiantes é possível obter excelentes resultados e continuar a crescer. A Sage é uma das empresas em Portugal que mais apoia a ambição e os objetivos dos seus clientes e parceiros, trabalhando em conjunto no desenvolvimento de soluções que facilitem o seu dia-a-dia e alavanquem os seus negócios. Neste novo desafio espero poder contribuir para este posicionamento e para o desenvolvimento do negócio no país”.

Comenta Josep Maria Raventós, Country Manager da Sage Portugal.

 

Outras notícias




Rita Silva é a nova CEO da edge

Rita Silva tem como objetivos continuar a potenciar o crescimento da empresa no mercado nacional e apostar na expansão para novos mercados internacionais.

O convite para ocupar este cargo, surge do anterior CEO, Pedro Malheiro, que viu na Rita Silva uma sucessora à altura do desafio. Associado a esta mudança surge ainda a nova identidade visual da empresa.

A edge é uma empresa de tecnologias de informação, com mais de 10 anos de história, que aposta fortemente na gestão de talento, tendo sido recentemente distinguida como a “Melhor Empresa para trabalhar em Portugal em Tecnologias de Informação”.

A nova CEO da edge, conta com vários anos de experiência em empresas de tecnologias de inovação, sendo que a aventura na edge iniciou-se em 2013, quando integrou a equipa para desempenhar funções enquanto Diretora de Recursos Humanos, numa (ainda) pequena empresa, foi responsável por liderar a área de recrutamento.

Recentemente ocupava a posição de Diretora de Recursos Humanos do grupo e.Ventures, onde a edge se encontra integrada, liderando a área para um total de 200 colaboradores.

 

Outras notícias




Novo diretor comercial e Board Member da Makro Portugal

A Makro Portugal anuncia a nomeação de Sylvain Gilis para Diretor Comercial da distribuidora grossista a nível nacional, sendo responsável pelas Vendas e Operações, Compras e Supply Chain.

Com mais de 15 anos de experiência no grupo METRO, o novo responsável deixa o seu cargo de Head of Regional Operations Metro Cash & Carry, em França, para assumir novas funções em Portugal.

Reportando diretamente a Tanya Kopps, CEO da Makro Portugal, e com uma experiência abrangente e consolidada nos setores da distribuição, retalho e indústria agroalimentar no mercado francês, Sylvain Gilis iniciou a sua carreira no grupo Metro Cash & Carry em 2002, tendo desempenhado diferentes funções.

Antes de ter assumido a posição de Head of Regional Operations em 2014, desempenhou, durante 5 anos, a função de Head of Fresh Food de todo o mercado Francês para além de ter acumulado experiência em diferentes áreas como Dry & DPH.

Sylvain Gilis iniciou a sua formação em Bioquímica e engenharia industrial agroalimentar, contando com um mestrado em ambas as áreas, bem como um mestrado em Business Management pela ESSEC Business School.

Desta forma, a Makro Portugal reforça a sua estrutura diretiva e consolida a sua posição enquanto especialista na distribuição grossista, focando a sua atuação no canal HoReCa, para o qual se encontra fortemente especializada.

 

Outras notícias




Nova diretora de recursos humanos da PRIMAVERA BSS

A tecnológica nacional PRIMAVERA BSS, especializada em soluções de gestão para o mercado global, tem uma nova direção do capital humano do grupo.

Carla Teixeira assume a missão de dar seguimento à estratégia de internacionalização crescente da empresa, prosseguir a política de atração e retenção de talento e consolidar a construção de uma equipa de excelência

Com 20 anos de experiência na área, Carla Teixeira é a nova Diretora de Recursos Humanos, tendo como principal missão apoiar a criação das condições que permitam continuar a estratégia de crescimento e de internacionalização da PRIMAVERA e prosseguir a política de atração e retenção de talento, consolidando continuamente a construção de uma equipa de excelência distribuída pelos diversos mercados de atuação da empresa.

Licenciada em Psicologia do Trabalho e das Organizações pela Universidade do Porto, um MBA com especialização em Recursos Humanos pelo IESF e um Curso de Gestão realizado na Porto Business School, ao longo do seu percurso profissional Carla Teixeira assumiu funções de relevo em empresas como a Sonae MCH, a Unicer – Bebidas de Portugal ou a Lactogal. Durante 10 anos liderou a gestão do Capital Humano e da Comunicação Corporativa do Grupo Auto Sueco, atualmente designado Grupo NORS, com responsabilidades de âmbito global.

Na área académica, Carla Teixeira destaca-se pela liderança de vários projetos formativos na área comportamental, assumindo recentemente a direção pedagógica do curso executivo “Gestão do Capital Humano e Liderança” na Católica Porto Business School.

A nova Diretora de Recursos Humanos da PRIMAVERA será responsável pela gestão de uma equipa de cerca de 300 colaboradores, espalhados pelas diversas geografias onde a tecnológica tem atualmente representação.

Outras notícias




Carla Caracol assume direção de RH do Grupo Renascença Multimédia

Desde março deste ano que Carla Caracol é a diretora de recursos humano do Grupo Renascença Multimédia.

Anteriormente esteve ligada ao Grupo Novo Banco, designadamente nas entidades seguradoras e de Activos Financeiros, enquanto HR Manager.

Carla é doutoranda em comportamento organizacional pelo ISCSP – Universidade de Lisboa; mestre em sociologia económica e das organizações pela FCSH – Universidade Nova de Lisboa; pós-graduada em gestão e desenvolvimento estratégico de recursos humanos pela Universidade Europeia; pós-graduada em assessoria empresarial pelo ISLA Campus Lisboa; e licenciada em sociologia pela FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

É ainda investigadora nos domínios de recursos humanos e comportamento organizacional no CAPP – Centro de Investigação e Políticas Públicas da Universidade de Lisboa.

Mais notícias do seu interesse




Conheça o novo diretor para a Europa e América Latina da ERICSSON!

A Ericsson nomeou Arun Bansal como diretor da Área de Mercado Europa e América Latina, no seguimento dos recentes anúncios da empresa ao nível da sua estratégia de negócio, estrutura e Equipa Executiva.

 

Arun adquiriu uma longa e sólida experiência de negócio e ao nível técnico em mercados chave e em unidades de negócio graças aos mais de 20 anos na Ericsson.

 

  • Arun Bansal possui mais de 20 anos de experiência em mercados chave e unidades de negócio na Ericsson
  • A nova área de mercado, em que Portugal se encontra, integra o negócio da Ericsson na Europa (incluindo a Rússia), Magreb e América Latina
  • As novas áreas agora criadas vão implementar a renovada direção estratégia da Ericsson e oferecer um portefólio reforçado aos clientes com simplicidade e rapidez

 
Anteriormente, Arun Bansal foi responsável pela Unidade de Negócio de Produtos de Rede (de julho de 2016 a março de 2017) e liderou a Unidade de Negócio de Rádio (entre maio de 2014 e junho de 2016). Ingressou na Ericsson em 1995 e desempenhou vários cargos de direção na empresa, incluindo o de diretor da região do Sudeste Asiático e Oceânia e de Country Manager na Indonésia e Bangladesh.
Arun Bansal, diretor da Área de Mercado Europa e América Latina, disse:

“Estou verdadeiramente entusiasmado por poder partilhar a minha experiência com os nossos clientes na Europa e América Latina. A nossa nova estrutura organizacional e a estratégia focada vão permitir-nos continuar a oferecer tecnologia e soluções de alto desempenho aos nossos clientes nas novas áreas de mercado.”

A Ericsson reorganizou as suas 10 Regiões em 5 Áreas de Mercado, 4 Unidades de Negócio e 3 Áreas de Negócio com o objetivo de aumentar a eficiência, acelerar os prazos de comercialização e agilizar a resposta ao cliente.
A nova Área de Mercado da Europa e América Latina é composta pelas anteriores Regiões da Europa Ocidental e Central, a Mediterrânica (incluindo Magreb, Líbia e Israel), a Europa Oriental e a Ásia Central (incluindo a Rússia), e a América Latina (incluindo as Caraíbas).
No âmbito das suas novas funções, Arun mantém-se como membro da Equipa Executiva da Ericsson.

 

Outras notícias




Conheça o CEO da Driven Portugal

José Lorenzo Escudero é, desde o fim de 2016, o novo CEO da Driven Portugal, empresa inovadora na construção de canais digitais e plataformas de CRM, tendo como pilares fundamentais a Estratégia, o Design e a Tecnologia Digital.

Escudero é licenciado em engenharia informática pela Universidade Politécnica de Madrid, e detém um MBA especializado em Tecnologia da Informação pelo Instituto de Directivos de Empresa, Espanha. Profissionalmente, esteve ligado durante os últimos 10 anos ao mundo das telecomunicações desempenhando vários cargos na Celfocus, detida pelo grupo Novabase e Vodafone Portugal, e na atual NOS.

José Escudero aceitou este desafio e vê na Driven uma empresa

“com potencial necessário para se posicionar fortemente no mercado digital em Portugal, o qual se encontra em pleno processo de (r)evolução”.

Recentemente a empresa participou no desenvolvimento da plataforma para a Virgin Sport, em estreita parceria com a AKQA e ACQUIA, duas empresas de renome internacional sediadas no Reino Unido.

Outras notícias




Furla com novo CEO do Grupo

O quadro de diretores do Grupo Furla elegeu de forma unânime Alberto Camarlengo como novo CEO da Furla.

Alberto Camarlengo, 52 anos, licenciou-se em Economia pela Universidade Bocconi em Milão, possui uma sólida carreira no sector dos bens de luxo e uma forte experiência em retalho .
Após passar algum tempo nos Estados Unidos, de 1999 a 2004, ocupou a posição de COO (Chief Operating Officer) da Fossil Itália. Mais tarde – entre 2004 e 2011 – foi apontado como CFO da Brooks Brothers para a Europa.
Alberto Camarlengo juntou-se à Furla em 2011 como General Manager e graças à sua forte visão estratégica tem contribuído para o crescimento do negócio e awareness da marca.

 

Giovana Furlanetto, Presidente do Grupo Furla, afirma:

“ A escolha de Alberto Carlamengo é um forte sinal de continuidade e representa a vontade da empresa de continuar o seu caminho de crescimento e desenvolvimento. Acreditamos que Alberto irá continuar a perseguir os projetos futuros do grupo com compromisso e paixão”.

 

Outras notícias




Carlos Lacerda, ex-diretor da SAP Portugal, assume liderança da ANA – Aeroportos de Portugal

Carlos Lacerda, ex-diretor da SAP Portugal, substitui Ponce de Leão na liderança da empresa que gere os aeroportos nacionais

A ANA – Aeroportos de Portugal vai mudar o modelo de governo, deixando de ter uma estrutura simples, com assembleia-geral, conselho de administração – em que o presidente acumula funções de administrador-delegado – e conselho fiscal, para passar a ter um presidente do conselho de administração não-executivo e um presidente-executivo. O Expresso sabe que este novo modelo estará operacional no final de março, altura em que o atual presidente, Jorge Ponce de Leão, passará a ter apenas funções não-executivas e a ANA contará com um novo gestor, Carlos Lacerda, que assumirá o cargo de presidente-executivo.

Carlos Lacerda, com 55 anos, deixa as funções de diretor-geral da SAP Portugal e de membro da equipa de liderança da SAP para a região da Europa, Médio Oriente e África.

Licenciado em engenharia mecânica pelo Instituto Superior Técnico, Carlos Lacerda tem uma pós-graduação em gestão pelo ISCTE, um programa de alta direção pela AESE-IESE e formação em marketing pela Kellogg School da Northwestern University de Chicago.

Ao contrário de Ponce de Leão, Carlos Lacerda domina bem a língua francesa – o que será um fator de maior proximidade à equipa executiva da Vinci, que controla a ANA – e tem experiência de gestão em grandes grupos internacionais, pois foi diretor-geral da Microsoft Malásia.

Ponce de Leão, com 67 anos, fica nas funções de presidente do conselho de administração da ANA, o que demonstra o compromisso da Vinci de manter uma equipa em Portugal liderada por gestores portugueses. Além de Ponce de Leão e de António Morgado, a atual administração da ANA tem oito gestores francófonos.

Notícia publicada no: Jornal Expresso.

+ notícias: