AtualidadeMercado de Trabalho

Descubra em que setor é mais difícil contratar

A produção é a área onde o recrutamento é mais difícil. Já a contratação para cargos administrativos parece não ser um problema.

O mais recente estudo da ActionCOACH, empresa especializada em coaching empresarial, revela que mais de metade dos gestores das 130 organizações inquiridas (58%) assume ter dificuldades na contratação de profissionais. A área de produção é  a mais problemática, de acordo com 47% dos empresários. Segue-se o departamento de vendas, cujas contratações constituem um desafio para 38% dos empresários. Contrariamente, é na administração que o recrutamento de profissionais é mais fácil, uma vez que é apontado como uma dificuldade por apenas 8% dos gestores.

Segundo o estudo desenvolvido pela empresa de coaching empresarial, 76% das empresas contrata internamente, não recorrendo a empresas especializadas ou a sistemas comprovados. As dificuldades no recrutamento não se traduzem, no entanto, numa maior formação das equipas, já que 43% das empresas auscultadas oferece formação aos seus colaboradores apenas uma vez por ano e 12% não a disponibiliza.

O estudo sublinha, ainda, que, apesar de 76% dos gestores considerar que o seu investimento e esforço não são devidamente remunerados, a maioria afirma estar mais feliz desde que assume o controlo da organização. No que ao perfil de gestão diz respeito, 52% dos empresários define-se como “democrático”, 39% afirma ser “liberal” e 9% assume-se “autocrático”.

A amostra do estudo é composta, essencialmente, por micro e pequenas empresas – que constituem 99% do tecido empresarial em Portugal. Das organizações inquiridas, 60% emprega menos de 10 trabalhadores, 80% apresenta volumes de negócio inferiores a dois milhões de euros e 53% das empresas auscultadas possui caráter familiar.

 

Voltar à homepage

 

Mais notícias:

 

Facebook
image_pdfimage_print
Previous post

Celebre o exercício da função RH! As candidaturas ao Prémio RH já se encontram abertas!

Next post

Como podem as pequenas empresas atrair grandes talentos

Mónica Felicidade

Mónica Felicidade

No Comment

Deixar uma resposta