AtualidadeMercado de Trabalho

Quais as marcas mais relevantes para os Portugueses?

Os resultados do estudo Meaningful Brands Portugal 2017 do Havas Media Group revelam que Google, Youtube e Olá são as marcas que os portugueses consideram mais relevantes.

Das 87 marcas analisadas em 2015 e 2017, este ano aumentou o número de marcas relevantes – 37% contra as 26% de 2015. Mesmo assim, no total das 110 marcas analisadas em 2017, 67% poderiam desaparecer sem a maioria das pessoas se importar.

O Meaningful Brands – a métrica de força de marca do Havas Media Group – é o primeiro estudo global que mostra como a nossa qualidade de vida e bem-estar se relacionam com as marcas a nível empresarial. É único, tanto em escala – 1500 marcas e mais de 375 mil pessoas em 33 países – e âmbito. O estudo determina a relevância das marcas junto dos consumidores, bem como o impacto dos benefícios das marcas na qualidade de vida das pessoas.

Segundo estes mesmos resultados, as expectativas das pessoas continuam a aumentar com relação às marcas. Neste estudo, 84% das pessoas acham que as marcas devem melhorar a nossa qualidade de vida e bem-estar, contra 80% em 2015 e 67% em 2013. Apesar disto, apenas 43% das pessoas acham que as marcas estão a cumprir bem este papel. Ainda assim, os consumidores parecem ser capazes de recompensar este esforço, já que 71% dos portugueses afirma preferir comprar de empresas conhecidas por ter um propósito que não os meros lucros. Esta é uma evolução significativa da percentagem de 2015 que se ficava nos 50%.

Internet & Media é setor mais relevante

Dos dez sectores analisados, aquele que é considerado mais relevante é o de Internet & Media, logo seguido do de Transportes, Alimentação e Bens de Consumo (estes três últimos eram na edição de 2015 os três setores mais relevantes). De assinalar a grande subida do setor de Internet & Media, que em 2015 ocupava a quarta posição. Tal como em 2015, o setor menos relevante é o sector Financeiro e de Seguros. Comparando com os resultados globais, verifica-se que, em Portugal, há uma maior valorização dos setores de Internet & Media e Transportes. Já os setores de Retalho e Automóvel ficam abaixo no nosso País do que na avaliação global.

Rui Almeida, Data & Consumer Insights Director Havas Media Group, comentou:

“As 10 marcas mais relevantes em Portugal são marcas com um histórico já consolidado a desempenhar um papel na vida das pessoas. Todas têm um desempenho acima da média nos três pilares de relevância: funcional, pessoal e coletivo. Ainda assim, neste momento, as marcas são melhor classificadas pelas pessoas como tendo impacto no bem-estar coletivo do que pessoal, residindo aqui o grande desafio para as marcas que se queiram tornar imprescindíveis. É interessante também verificar nestes resultados que, não só os portugueses têm maiores expetativas com relação às marcas, como também a percentagem daqueles que estão dispostos a recompensa-las através da sua preferência é maior.”


Ranking de Marcas e de Setores

Na edição de 2017 do estudo Meaningful Brand Portugal foram analisadas 110 marcas, de 10 sectores de atividade: Internet & Media, Transportes, Alimentação, Bens de Consumo, Retalho, Bebidas, Eletrónica e Telecomunicações, Automóvel, Energia e Finança e Seguros. A recolha de informação decorreu de Setembro a Novembro de 2016, com base numa amostra de 12.034 entrevistas, representativa da população maior de 18 anos.

 

Outras notícias

Previous post

Accenture Genome - solução de personalização de última geração

Next post

Rita Silva é a nova CEO da edge

Gonçalo Amorim

Gonçalo Amorim

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *