ArtigosFormação e coaching

Formação Profissional contínua: uma prioridade Nestlé e uma forma de partilhar valor

Por:  Maria do Rosário Vilhena, diretora de recursos humanos da Nestlé Portugal, SA

Favorecer a melhoria contínua através da formação e do aperfeiçoamento das competências profissionais em todos os níveis da organização é uma prioridade inscrita nos Princípios Corporativos e Empresariais da Nestlé. É uma responsabilidade partilhada internamente com os nossos colaboradores, mas também externamente, com as comunidades onde atuamos, tendo como farol o propósito de atuação Nestlé junto dos indivíduos e das famílias, das comunidades e no planeta. Através destes três níveis de impacto procuramos melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável. Só no pilar da formação a Nestlé investe todos os anos 0,1% da sua cifra de negócios.

Este investimento é realizado com duas direções: interna e externa. Desenvolvemos competências profissionais dentro da organização e partilhamos com a sociedade o conhecimento interno das nossas pessoas. Um exemplo deste último ponto é a formação que damos a alunos do ensino profissional através de parcerias como a que temos com a Escola Profissional de Aveiro. Em duas das nossas fábricas (Porto e Avanca) e no nosso Centro de Distribuição de Avanca acolhemos alunos desta via de ensino para um curso de três anos, totalmente imersivo, nas nossas estruturas e que dará a estes jovens, com idades entre os 16 e 18 anos, uma equivalência ao 12.º ano de escolaridade e competências profissionais específicas que os tornam imediatamente aptos para o mercado de trabalho, se for essa a sua opção, ou para o prosseguimento e aprofundamento dos seus estudos na universidade.

O prosseguimento dos estudos é algo também muito acarinhado internamente pela Nestlé. Desde há várias décadas que a companhia entrega um prémio de incentivo à formação académica para os colaboradores que, de forma proativa, aprofundem ou completem os seus respetivos graus de ensino. Ainda internamente, a Nestlé disponibiliza um vasto leque de formações específicas para todas as suas áreas de atividade e funções. Em 2017, em Portugal, a Nestlé investiu 315 mil euros em formação para os seus colaboradores que se traduziram em 50.700 horas lecionadas, com um total de 11.300 participantes. Estas formações podem ser ministradas internamente com sessões presenciais ou em regime de e-learning, no próprio mercado onde trabalha o colaborador ou mesmo num dos nossos principais centros de formação a nível mundial, situados na localidade de Rive-Reine, Suíça – uma verdadeira universidade Nestlé.

A par de todos os programas de formação interna, a companhia tem também várias parcerias com universidades e instituições de formação profissional, desenhando com estas cursos especificamente adaptados às suas necessidades de desenvolvimento de competências. Um exemplo deste diálogo com a academia resultou na criação de um curso de Liderança da Católica Business School, bem como uma parceria com a Nova Business School no âmbito de uma cadeira sobre Brand Management.

Também no âmbito académico, a Nestlé promove a partilha de conhecimento interno através de workshops e sessões de preparação dos jovens finalistas universitários para a sua entrada no mercado de trabalho. Esta atividade está a ser desenvolvida no âmbito da Iniciativa Nestlé Emprego Jovem e da Aliança para a Juventude, ambas lançadas em 2014 com o objetivo de ajudar os jovens em toda a Europa na sua entrada no mercado de trabalho.

Esta visão está profundamente enraizada numa companhia global, presente em 189 países, com mais de 150 anos de história, 95 deles em Portugal. É uma das formas através da qual procuramos melhorar a qualidade de vida das comunidades onde operamos, contribuindo também para a construção de um futuro mais saudável e sustentável.

 

Voltar à homepage

 

Mais artigos de interesse:

 

Facebook
image_pdfimage_print
Previous post

Edenred detém mais de 98% da ProwebCE

Next post

Boas práticas à distância de uma caixa de ferramentas

Ana Silva

Ana Silva

No Comment

Deixar uma resposta