AtualidadeMercado de Trabalho

Managers portugueses são os mais mobilizados em situação de crise

1.º Inquérito europeu sobre o compromisso dos managers e o seu papel no envolvimento dos colaboradores

O Barómetro do Absentismo e do Compromisso da Ayming (ex-Alma Consulting Group/Lowendalmasaï) traduz-se no primeiro estudo qualitativo europeu com managers do sector privado, sobre o seu compromisso com as empresas e o seu papel no compromisso de funcionários. Foi realizado em 2017 pela Kantar TNS em 8 países europeus junto de 2.843 managers, estando em linha com o estudo qualitativo apresentado em 2016 sobre o compromisso de funcionários do sector privado europeu.


O grau de compromisso dos managers portugueses é maior quando as suas empresas enfrentam situações de crise conclui a versão de 2017 do Barómetro de Absentismo e Compromisso, levado a cabo pela Ayming, junto de 2.843 managers de 8 países europeus (Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália, Holanda, Portugal e Reino Unido). Dos 305 participantes portugueses, 85% afirma sentir-se mobilizado em momentos mais difíceis para a empresa, percentagem que desce para os 82% quando a empresa se encontra num período de crescimento. Portugal é o único país estudado em que se regista este fenómeno, contrastando com os apenas 64% de managers europeus que afirmam estar motivados quando as empresas enfrentam maiores dificuldades.

Segundo Nuno Tomás, Managing Director da Ayming, “contribui também para a imagem de resiliência do manager português o facto de ter agilidade e capacidade de mobilização, ainda que por vezes  em situações em que sente lacunas nas ferramentas e formação disponibilizadas pelas empresas. Havendo um handicap a priori, é por iniciativa dos próprios managers que essa limitação é ultrapassada, o que é revelador da sua proactividade neste âmbito.”

Os managers portugueses estão mais envolvidos no sucesso da sua empresa
Portugal é um dos países europeus com uma taxa de absentismo menos elevada, 76% dos managers portugueses afirmam ter trabalhado todos os dias em que isso estava previsto, uma percentagem 10% superior à média europeia. Apenas o Reino Unido – 80% – apresenta uma taxa de assiduidade superior. Em linha com o resto da Europa, os motivos pessoais (saúde pessoal, saúde de familiares, situação familiar e situação financeira) são a maior causa (72%) para o absentismo.

Segundo os resultados do estudo, o perfil do manager português destaca-se pelo empenho no sucesso da sua empresa. Ainda que 81% dos inquiridos portugueses afirmem estarem felizes no seu trabalho, o que está abaixo da média europeia de 86%, 78% dos managers portugueses está mobilizado para o futuro da empresa, ficando a média europeia pelos 71%.

Os managers portugueses sentem orgulho em fazer parte das suas empresas e 93% deles (média europeia é de 90%) recomendaria a sua empresa a alguém próximo.

Maior confiança na capacidade de inovação da empresa
Em Portugal, os managers têm maior confiança na capacidade de inovação da sua empresa (50% contra 35% em média entre os 8 países estudados), independentemente do contexto económico e estrutural em que esta evolui.

Nas suas práticas de gestão, o manager português dá mais importância do que os seus congéneres europeus a questões como o diálogo, proximidade, assim como com o envolvimento diário, acompanhamento e desenvolvimento profissional das suas equipas.

O manager português é, portanto, particularmente ágil e envolvido no sucesso da empresa que o emprega. Assume responsabilidade e investe nas suas equipas para atingir os objetivos estabelecidos pela sua administração e é aquele que faz o melhor equilíbrio entre os imperativos de gestão e as expectativas dos colaboradores.

Metodologia do inquérito
O estudo qualitativo pan-europeu, levado a cabo pela Ayming e pela Kantar TNS foi conduzido em 8 países – Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália, Holanda, Portugal e Reino Unido – através de 2.843 managers, representativos do setor privado, em cada um dos países.

 

Mais notícias de interesse:

Previous post

Precisa de saber gerir eficazmente a sua marca pessoal?

Next post

armatis reforça investimento em Portugal e contrata mais de mil colaboradores

Ana Silva

Ana Silva

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *