ArtigosAtualidade

Negociação em RH: como garantir o melhor “negócio” para a sua organização

“Não devemos nunca negociar por medo. Mas nunca devemos ter medo de negociar” – John F. Kennedy

Esta afirmação foi feita há mais de 50 anos, mas ainda hoje é verdadeira.

No Programa de Negociação queremos ajudá-lo a ganhar a confiança que necessita para se tornar temerário face à adversidade, manter-se calmo perante a pressão e negociar ao mais alto nível soluções satisfatórias para ambas as partes.

Em tempos económicos desafiantes em que as empresas recorrem com maior regularidade ao outsourcing e em que são implementadas medidas de corte de orçamentais em todos os setores de negócio, os profissionais de RH de todas as indústrias veem, cada vez mais, as suas competências de negociação postas à prova. São, cada vez mais, pressionados para reter os melhores e para gerir um orçamento adequado à estratégia da organização.

Talvez nunca tenha existido uma função com tanta necessidade de competências de negociação ao nível da gestão de fornecedores, especialmente quando a expansão do Mercado global aumenta enormemente a concorrência. Do mais tradicional ao mais abrangente, o papel dos RH está a mudar, posicionando-se à frente da concorrência à medida que os progressos da mudança podem ajudar a reter a sua função como um bem vital para a organização e garantir a longevidade profissional nos anos vindouros. Se está a explorar as tendências de Mercado e a analisar programas para impulsionar a sua formação profissional, tenha em conta o seguinte:

  1. Responsabilidades dos HR Tradicionais

Os profissionais de RH conhecem os padrões das suas indústrias e trabalham dentro das orientações orçamentais no melhor interesse da organização. Os profissionais altamente treinados têm as melhores competências de negociação de sempre e encontram oferta em todas as indústrias. Com a expansão do comércio mundial, os profissionais mais requisitados estão a negociar as melhores ofertas possíveis, desde plano de incentivos a planos de saúde e benefícios de reforma, programas de reconhecimento, oportunidades de formação, flexibilidade de horário, vencimento e ajustes ao ambiente de trabalho. Nada é deixado ao acaso nas negociações atuais. Mas com o aumento na flexibilidade aumenta igualmente a necessidade de competências mais abrangente no que diz respeito às negociações. As responsabilidades tradicionais estão a expandir e o “velho” conjunto de competências está a ficar obsoleto no que se refere à resposta às pressões do Mercado atual.

  1. Responsabilidades Emergentes dos RH

A acrescentar ao leque alargado de itens negociáveis e concorrência cada vez maior pelos melhores colaboradores, os profissionais de RH também estão a dar resposta ao crescimento da organização para além da capacidade de conhecer melhor todos os departamentos. Para além disto tudo, os colaboradores estão, muitas vezes, a desempenhar diversas funções com cada vez mais responsabilidades, ao contrário do que acontecia no passado, com descritivos de funções altamente específicos.

Compensar colaboradores de forma consistente, íntegra e ao mesmo tempo implementar uma estratégia de negociação eficaz é cada vez mais complexo. Os diretores de RH devem procurar equilibrar os objetivos da organização com a satisfação dos colaboradores, necessidades futuras da indústria onde operam e pool de talentos existente na organização. Os antigos padrões estão a dar lugar a novas estratégias para satisfazer as rápidas mudanças. Muitos profissionais de RH, especialmente na gestão de fornecedores estão à procura de formação profissional online de programas conceituados e certificados para responder rapidamente às tendências do Mercado. Entre as competências mais requisitadas aos gestores de RH, está a capacidade de negociar com cada vez mais perspicácia.

  1. O Valor das Competências da Negociação Formal

Os executivos de contratação sabem que uma força de RH competente é vital para reter os talentos de topo dentro dos objetivos do orçamento. Um forte negociador de RH é essencial para elevar os interesses corporativos criativamente quando chega o momento de contratar a melhor pessoa para a função. A formação em negociação para RH fornece técnicas especializadas para alcançar um objetivo final, ao mesmo tempo que mantém e apoia relações de trabalho positivas com os colaboradores ou fornecedores que entreguem os serviços necessários para levar a cabo o negócio da organização. Conhecer os padrões da indústria e as questões legais envolvidas nas negociações é um aspecto do bom negociador de RH. Exercer a arte da comunicação através do processo completo que conduz ao aumento da vitalidade corporativa é uma parte essencial da excelência do profissional de RH atual. Ter uma estratégia bem definida, específica para a empresa e garantir consistentemente resultados positivos para a organização significa que precisa de manter o seu conhecimento e as suas competências atualizadas à medida que as tendências vão aparecendo.

Conclusão

Nunca antes os diretores de recursos humanos precisaram de um conjunto tão abrangente de competências para realizar o seu trabalho com eficácia. Entre as competências mais requisitadas hoje em dia estão as atuais competências de negociação, necessárias para responder às mudanças na função e responsabilidade dos RH. A formação formal em negociação pode dar-lhe uma vantagem competitiva para garantir o melhor “negócio” para a sua organização e preservar a sua própria vantagem competitiva ao longo da sua carreira.

Para além do conhecimento da indústria, flexibilidade e melhores práticas para atingir os objetivos de orçamento corporativo, os diretores de RH atuais precisam de acrescentar competências de elevado nível de negociação e competências de percepção/juízo para anteciparem e responderem aos problemas antes deles surgirem. Embora o Mercado global, em constante evolução, continue a colocar novos desafios, também fornece excelentes oportunidades aos profissionais de RH que desejem abraçar o desafio e garantir a formação adicional que fornecerá oportunidades acrescidas e um conjunto de competências para satisfazer as necessidades da indústria nas décadas futuras.

Autor: José Santos, Managing Director da BTS. Formado no PON (ProgramOnNegotiaton) em Harvard.


Gostava de desenvolver as suas técnicas negociação aplicadas aos RH?

Sugerimos que se inscreva na formação Negociação: como construir relações fortes e de confiança com os seus colaboradores, dinamizada por José Santos, dia 29 de novembro, em Lisboa. Mais informações: www.formacao.iirh.pt

 

Mais artigos de interesse:

[/

Previous post

Questionário internacional sobre políticas remuneratórias e transparência salarial

Next post

Pedro Ramos, Diretor RH, Grupo TAP Air Portugal - "As pessoas são, sem dúvida, o bem mais precioso"

Ana Silva

Ana Silva

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *