AgendaAtualidade

Primeiro Fórum Nacional para a Diversidade

O Grande Auditório do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), em Lisboa, recebe, no próximo dia 22 de maio, o primeiro Fórum Nacional para a Diversidade, com o objetivo de promover, junto das organizações, a Carta Portuguesa para a Diversidade.

Eduardo Cabrita, ministro Adjunto, irá presidir à abertura do evento. Já o encerramento ficará a cargo da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, e da secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.

Isabelle Pujol, antiga gestora para a Diversidade e Inclusão da BP e fundadora e da Pluribus Europe, consultora francesa na área da Diversidade e Inclusão, será uma das convidadas do Fórum e abordará exemplos de práticas para a inclusão dentro das organizações.

O evento contará, ainda, com a presença do britânico Solat Chaudhry, fundador e diretor do Centro Nacional para a Diversidade do Reino Unido, que dará a conhecer os prémios Investors in Diversity, lançados para promover as melhores práticas de diversidade entre as organizações britânicas.

Iniciativa da União Europeia (UE), a Carta para a Diversidade e tem sido adaptada pelos países-membros da UE às suas realidades, tendo como objetivo encorajar empregadores a implementar e desenvolver políticas de promoção da diversidade.

Em Portugal, a Carta foi lançada em março de 2016 e conta já com mais de 110 organizações signatárias de todos os setores empresariais.

“Passado um ano do lançamento da Carta Portuguesa para a Diversidade, considerámos que estava na altura alargar esta discussão. Queremos elevar e melhorar o debate sobre a diversidade e a inclusão em Portugal, fazendo com que todas as pessoas se sintam acolhidas e vejam o seu potencial valorizado dentro das organizações, simultaneamente tomando nas suas mãos a responsabilidade por um ambiente mais inclusivo”.

Refere Carla Calado, gestora de projetos na área da inclusão económica da Fundação Aga Khan e membro da comissão executiva da Carta.

No dia do Fórum será, ainda, apresentado o Selo da Diversidade, que irá premiar as organizações com as melhores práticas no reconhecimento, respeito e valorização da diversidade no local de trabalho. Todas as organizações poderão candidatar-se até 22 de julho, devendo os resultados ser conhecidos publicamente numa Gala prevista para dia 10 novembro.

A inscrição no Fórum Nacional para a Diversidade está aberta a todas as organizações, signatárias ou não signatárias da Carta Portuguesa para a Diversidade, e pode ser feita através do email ou do seguinte formulário.

 

Programa:

9h00 – Receção aos convidados

9h30 – Abertura com Eduardo Cabrita, ministro Adjunto

9h45 – A Carta Portuguesa para a Diversidade: apresentação e ponto de situação (Comissão executiva Carta Portuguesa para a Diversidade)

          – Lançamento do novo logótipo

10h00 – Porquê investir na Diversidade e Inclusão? – João Tavares (EDP)

10h30 – Isabelle Pujol (Pluribus Europe, França)

11h00 – Debate

11h15 – Coffee break

11h45 – Solat Chaudhry (National Center for Diversity, Investors in Diversity, Reino Unido)

12h15 – Mesa redonda: Casos de Estudo

            – Apresentação: Sara Ramos e Joana Alexandre (ISCTE-IUL)

            – Testemunhos: Resiquimica e Infraestruturas de Portugal

            – Comentários: Isabelle Pujol e Solat Chaudhry

12h45 – Debate

13h00 – Almoço

14h00 – Sessão de encerramento

            – Lançamento e abertura de candidaturas ao selo para a diversidade: Alto Comissariado para as Migrações e GRAFE

            – Assinatura simbólica da Carta por novos signatários

            – Encerramento com Catarina Marcelino (Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade) e Ana Sofia Antunes (Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência)

15h30-17h30 – Side event

Formato mesa redonda com testemunhos/partilha de práticas

Diversidade etária (ISCTE + Fundação Montepio)

Diversidade cultural e religiosa (ACM + AKF)

Diversidade e inclusão LGBTI no local de trabalho (GRACE + ILGA)

Diversidade na dimensão de género (CITE + CIG)

Diversidade humana, deficiência e incapacidade (INR)

Enviesamento inconsciente (EDP + Mercer)

Liderança inclusiva (LYD + Isabelle Pujol

 

 

Mais em: www.cartadiversidade.pt

 

 

Outras notícias

image_pdfimage_print
Previous post

Prime Yield reforçou as suas equipas em Portugal, Angola e Moçambique.

Next post

Nuno Sebastião, CEO da Feedzai - "Atrair e manter o top 1% do talento tecnológico"

Gonçalo Amorim

Gonçalo Amorim

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *