Mercado de TrabalhoRetribuição e compensação

Quais os empregos mais bem pagos?

Quando se pensa no mercado de trabalho, pensamos logo em quais serão os empregos mais bem pagos? Esta dúvida foi respondida através de um estudo realizado pela rede LinkedIn.

Esta rede social de negócios, concluiu que os primeiros salários para os jovens que acabaram de sair da universidade subiram mais de 3% em 2016 nos EUA, para uma média de 52 569 mil dólares (36 534 mil euros) por ano. Empresas como a Deloitte, a Ernst & Young, a Accenture e a PwC são conhecidas por estarem dispostas a pagar salários tão elevados em inícios de carreira.

Pode ver na listagem que trabalhos são e que valores apresentam no estrangeiro. Os valores estão longe de serem praticados em Portugal mas a carreira internacional é cada vez mais uma possibilidade.

São eles:

Engenheiro de software: responsável por desenvolver os sistemas de software das empresas.
Média salarial, 55 mil euros por ano

Consultor: Responsável por resolver necessidades dos clientes e é um excelente negociador.
Média salarial, 50 mil euros por ano

Responsável pelo serviço de apoio ao cliente: Responsável pelo atendimento ao cliente de uma determinada empresa.
Média salarial, 24 mil euros por ano

Analista bancário: Responsável por colaborar no processo de análise de clientes de um banco e mantém uma próxima relação com vários departamentos.
Média salarial, 59 mil euros por ano

Staff accountant: Responsável pelas finanças de um departamento de contabilidade.
Média salarial, 34 mil euros por ano

Assistente administrativo: Responsável pelo apoio na área de gestão de empresas, focado especialmente na administração financeira, processos operacionais e logística.
Média salarial, 27 mil euros por ano

Recrutador: Responsável por procurar profissionais talentosos numa determinada área.
Média salarial, 27 mil euros por ano

Gestor de contas: Responsável pelo atendimento de determinados clientes.
Média salarial, 34 mil euros por ano

Analista de negócios: procura oportunidades de negócio, analisa tendências, cria novos produtos e melhora alguns já existentes. Preocupado em encontrar novos caminhos para a empresa.
Média salarial, 41 mil euros por ano

Designer gráfico: Responsável por programar, projetar e organizar vários elementos com o objetivo de produzir imagens destinadas a comunicar de forma focada em objetivos e públicos.

Fonte: site delas.

Previous post

Em 2017 a Fórmula do Talento, tem mais Talento!

Next post

Direito a “desligar” do trabalho pode vir a ser implementado em Portugal

Gonçalo Amorim

Gonçalo Amorim

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *