AtualidadeRecrutamento e seleção

Retenção de talentos de Portugal para o Mundo!

Uma empresa com 4 Centros de Desenvolvimento de Tecnologias que administra mais de 400 trabalhadores em todo o mundo! Tudo a partir de Portugal.

 

A política de investimentos da ITSector, consubstanciada na abertura de Centros de Desenvolvimento de Tecnologias Avançadas em Portugal e no consequente reforço da capacidade de produção em regime de Nearshore, está a determinar a conquista de novos mercados e estratégia de expansão da empresa.

Com a recente abertura em Aveiro, em dezembro último, do seu 4º Centro de Desenvolvimento em território nacional (somando-se aos de que já dispõe no Porto, Lisboa e Braga) a tecnológica especialista no desenvolvimento de Software com forte incidência no sector financeiro, prevê ultrapassar os 400 colaboradores até ao final do 1º semestre de 2017, bem como aumentar a sua capacidade de produção.

Atualmente, a partir de Portugal, a empresa afeta, em exclusivo, mais de 100 colaboradores à prestação de serviços para países terceiros, tendo concluído, no último ano, mais de 200 projetos para clientes oriundos de países de geografias tão diversas como Inglaterra, França, Luxemburgo, Itália, Rússia, Islândia, Alemanha, Dinamarca, Timor-Leste, Quénia e África do Sul.

Paralelamente, no que respeita à gestão dos Recursos Humanos, a empresa tem enfrentado com sucesso o desafio da retenção de talentos na área de TI, fenómeno que é hoje evidente a nível mundial.

“O setor tecnológico é, cada vez mais, extremamente competitivo e com a escassez de recursos na área e a

8qualidade dos recursos humanos que temos em Portugal, é natural que os colaboradores sejam constantemente abordados por empresas nacionais e internacionais. Em Portugal, o fenómeno de rotatividade de pessoas nas organizações – o turnover – é efetivamente alto, pois também no nosso país estamos a assistir a uma mudança cultural do mundo do trabalho, em que deixaram de existir os “empregos para a vida”.

“Na ITSector, apesar do turnover ser inferior à média das empresas de TI nacionais, sabemos que temos de estar permanentemente atentos às nossas pessoas, ao mercado e às necessidades de ambos. Esse é o nosso desafio diário”,

 

Revela Maria Inês Domingues, diretora de RH da ITSector.

A mesma responsável desvenda algumas das estratégias que a empresa tem delineado para atrair e reter os seus melhores talentos:

“Anualmente revemos e implementamos um Plano Estratégico de Recursos Humanos que é apresentado a toda a organização, com o objetivo de atrair e reter o talento, que neste momento são os grandes objetivos. Este plano passa por uma maior valorização da fase de acolhimento e integração na empresa, atenção redobrada às necessidades das pessoas, respeitando o seu ritmo, complementado com a entrega de kits cada vez mais atrativos e que promovam a identificação com a empresa. Investimos internamente em iniciativas de employer branding como os Happy hours mensais; fazemos um grande investimento na formação e acompanhamento individualizado dos nossos colegas para que estejam sempre preparados para novos desafios; promovemos iniciativas de caracter solidário e desportivo. Mas o segredo continua a ser a cultura de proximidade entre todos, em que adotamos uma postura de verdadeira recetividade às sugestões dos nossos colaboradores, promovendo e valorizando as suas ideias e sugestões e é neste sentido, com esta base sólida de confiança, integridade e lealdade, que queremos continuar a crescer de forma devidamente sustentada”.

Fundada em 2005, na cidade do Porto, a ITSector está presente em Portugal, Polónia, Reino Unido, Angola, Moçambique e agora também no Quénia e brevemente em Berlim.

 

Outras notícias

Previous post

É já amanhã! FCH Reúne Alunos e Alumni no MyCareer

Next post

Barómetro revela quantas empresas e organizações nasceram em 2016

Gonçalo Amorim

Gonçalo Amorim

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *