Pessoas

Sandra Santos, HR Leader, da Nielsen – “o investimento no capital humano é crucial para o sucesso e desenvolvimento do negócio”

Pode contar-nos o que faz a sua empresa e as suas principais características ao nível de RH?
A Nielsen é uma multinacional, de origem norte americana, líder em marketing e gestão de informação. Os nossos clientes são as mais prestigiadas marcas de grande consumo com quem trabalhamos em soluções de business intelligence, medindo a sua performance de mercado, entendendo o comportamento do consumidor, diagnosticando e resolvendo questões de vendas e identificando e conquistando oportunidades de crescimento globais. Ao nível de RH, a Nielsen proporciona a todos os seus colaboradores a oportunidade de conhecer diferentes mercados e de ter contato com as maiores empresas do país e do mundo. Na Nielsen, cada colaborador tem a possibilidade de criar um percurso e uma experiência únicos, compartilhando objetivos, riscos e valores e sendo útil para o negócio,os clientes, os colegas e a equipa mas, sobretudo, sendo extremamente gratificante para o próprio.

Quantos colaboradores tem e o que prevê para os próximos anos?
Em Portugal temos 160 colaboradores e a perspetiva futura é de crescimento.

Sentem alguma dificuldade no recrutamento? Em que funções especificamente?
A dificuldade que sentimos deve-se ao facto de não existir no mercado o know how de que necessitamos. Por este motivo, investimos em programas de estágios em que recrutamos jovens que recentemente terminaram a sua formação em áreas como matemática, estatística, gestão de informação, gestão e economia e investimos na formação em contexto de trabalho, alimentando desta forma a nossa fonte de recrutamento.

Quais são os principais desafios para o departamento de recursos humanos nos próximos anos?
A indústria de serviços de informação é um ambiente em rápida mudança, com novas tecnologias e mudanças no mercado que afetam constantemente os clientes da Nielsen. A resposta passa por concentrarmo-nos nas necessidades de aprendizagem e desenvolvimento dos nossos colaboradores, assegurando que estamos preparados para responder e antecipar as necessidades que advêm deste contexto exigente e em permanente transformação.

Qual a vossa estratégia a nível de desenvolvimento dos recursos humanos? Que tipo de instrumentos/processos utilizam?
A Nielsen incentiva os colaboradores a abraçar  a nossa cultura de aprendizagem contínua. Oferecemos formação em sala, oportunidades educacionais externas e, mais recentemente, uma gama crescente de opções de e-learning através da nossa plataforma online myLearning-um poderoso sistema de gestão de aprendizagem com base numa sofisticada tecnologia de formação disponível para todos os colaboradores, em todas as áreas funcionais.

Como tratam as questões da liderança?
Temos uma equipa de liderança sénior, com grande know how de negócio, detentores de uma grande paixão pelo negócio e altamente empenhados em fazer face às necessidades dos clientes, focados no princípio de que o sucesso assenta na motivação e no compromisso de todos e de cada um dos nossos colaboradores.

A digitalização é a palavra da moda. Já iniciaram esse processo na empresa e mais especificamente nos recursos humanos?
O negócio da Nielsen é gerido com base na antecipação, no planeamento. Consideramos de extrema importância estarmos convenientemente preparados e munidos das ferramentas necessárias para enfrentar os mais distintos desafios, não sendo apenas reativos. No que respeita à transformação digital, a nossa atuação não foi diferente. A nossa missão é proporcionar uma compreensão clara e completa dos consumidores e dos mercados. Isso não mudou. Mas a maneira como fazemos isso está a mudar de forma rápida e eficaz e de acordo com as exigências atuais. Os recursos humanos são parte fundamental desta mudança e nesse sentido investimos na especialização, assegurando que temos as pessoas certas nas áreas certas e na formação dos nossos colaboradores, assegurando de que dispõe das ferramentas necessárias à eficaz execução do seu trabalho.

Que projetos estão a desenvolver atualmente a nível de RH?
A Nielsen investe bastante no seu capital humano e tem consciência do quanto este investimento é crucial para o sucesso e desenvolvimento do negócio. Para além dos projetos que frequentemente desenvolvemos com vista à retenção de talentos, desenvolvimento de carreira, etc… a Nielsen tem como prioridade fomentar uma cultura de inclusão, onde as diferenças são respeitadas e valorizadas, refletindo-se na forma como gerimos o negócio. Nesse sentido, tem sido fomentada a criação de grupos de trabalho, dos quais qualquer colaborador pode fazer parte e que têm como objetivo criar e implementar medidas no âmbito desta cultura.

Quais são para si as qualidades a ter para ser um bom profissional de RH?
Ser flexível à mudança, manter-se atualizado, ser um bom comunicador e –algo indispensável em qualquer área e em qualquer profissão – gostar do que faz.

Quais são os desafios atuais da profissão na sua opinião?
A adaptação à mudança num contexto em permanente transformação.

 

Mais notícias de interesse:

Previous post

Estatuto dos Benefícios Sociais? Sim…

Next post

Novabase recorre ao design thinking e gamificação para motivar os colaboradores

Ana Silva

Ana Silva

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *