AtualidadeBem-estar no trabalho/Higiene e saúde no Trabalho

Setor II da Quinta da Fonte renova-se para melhorar o bem-estar dos funcionários

QUANDO O TRABALHO NÃO É TUDO

A tendência e inovação mundiais apontam numa nova forma de pensar os locais de trabalho, onde se colocam as pessoas como prioridade na gestão dos mesmos, segundo o serviço de gestão de ‘comunidade sustentável’, criado pela Cushman & Wakefield. Este programa tem como foco de ação trabalhar a comunidade de pessoas que passam os seus dias nos edifícios de escritórios, criando valor através de comunicação interna, eventos, serviços e estruturas de suporte para melhorar o dia-a-dia da comunidade das empresas residentes.

A ‘comunidade sustentável’ visa transformar os escritórios em espaços inovadores em termos de vivência e bem-estar. Mais do que um local de trabalho, pretende-se que os edifícios sejam espaços que tornem a vida de quem lá “habita” ainda mais fácil e equilibrada, potenciando o sucesso pessoal e empresarial sustentável. Os níveis de satisfação dos ocupantes têm sido bastante altos, assim como a sua retenção nos edifícios.

De acordo com o estudo “Well Workplace”, no futuro irão proliferar mais funções nas empresas que relacionarão recursos humanos e a gestão do espaço de escritórios com os community managers, que usarão ferramentas analíticas, tecnologia e métricas específicas para avaliar a satisfação dos colaboradores.

Por isso mesmo, o Setor II da Quinta da Fonte, centro de empresas situado em Oeiras, renovou a sua imagem e apresenta-se agora como Q The Office Park. Fundos geridos pela Oaktree Capital Management L. P., juntamente com seu parceiro local INTERNOS Global Investors, adquiriram o espaço em 2015 e fizeram um investimento significativo no parque com vista a melhorar o bem-estar dos funcionários das PME nela instaladas.

O lançamento do Q The Office Park aconteceu dia 11 de outubro pelas 12h30 e contou com a presença de representantes dos proprietários. Uma das empresas sediadas, a ABB, também apresentou o seu caso de sucesso sobre o impacto positivo das mudanças actuais no parque e os benefícios diretos no seu ambiente de trabalho.

Repensado para ser ´O Novo Centro de Escritórios para Pessoas Extraordinárias´, o Q The Office Park vem dinamizar o Setor II da Quinta da Fonte, destinado a acolher as PME que procuram locais extraordinários para trabalhar.

Composto por nove edifícios (sete no Setor II e dois no Setor I) com área de 32.700m2 de escritórios amplos, 1.200 lugares de estacionamento e espaços verdes requalificados, o Q The Office Park passa a contar com a um leque de serviços completamentares, como quiosques de concierge de apoio a pequenas tarefas do dia-a-dia, Food Trucks para refeições e take away, animação e eventos, como workshops e business drinks, aulas de fitness no ginásio Holmes Place ou nos espaços verdes renovados.

Para Maria do Carmo Paias, Senior Asset Manager da Internos, “o investimento no bem-estar é essencial para atrair as PME extraordinárias, ajudando-as a reter o seu capital humano”.

A recente construção do bypass rodoviário é um esforço conjunto dos proprietários da Quinta da Fonte por forma a corresponder às expectativas das empresas ocupantes, promovendo uma melhor circulação entre setores e uma melhoria na hora de saída do trabalho e na qualidade de vida.

As empresas imobiliárias envolvidas na promoção do Q The Office Park, Aguirre Newman e CBRE, defendem que um bom ambiente laboral melhora a produtividade e posiciona a qualidade dos espaços arrendados. Idealmente, e segundo as tendências mundiais, os escritórios devem permitir que os ocupantes conciliem trabalho e saúde, o que permitirá melhores resultados.

Mais news:

Previous post

A KCS iT abre escritório na cidade do Porto

Next post

A Psicologia, a Economia Comportamental e a Formação: Que relação?

Vanessa Henriques

Vanessa Henriques

Diretora Executiva da RHmagazine

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *