Tatiana Teófilo - Responsável de RH da Mazars em Portugal "Os anos Mazars são anos que contam, pois são aqueles que nos moldam, nos marcam e nos fazem crescer"

A Mazars, uma das principais empresas de auditoria e consultoria em Portugal, iniciou um roadshow pelas feiras de emprego das principais universidades portuguesas, com uma campanha nova  – “Na Mazars, é o teu futuro que conta” –  que pretende captar os melhores talentos mostrando-lhes que, mais do que uma experiência profissional se pretende garantir uma verdadeira experiência de vida. O infoRH foi falar com a responsável de RH para ficarmos a conhecer melhor a empresa.


Como está constituída a equipa de RH da empresa?
Atualmente a equipa de RH da Mazars em Portugal é constituída por duas pessoas, em dedicação exclusiva, e que asseguram todos os processos inerentes à função, desde o recrutamento, avaliação de desempenho e gestão da formação. A coordenação do departamento de RH em Portugal, ao nível da administração, é assegurada por Luís Batista, sócio Mazars.

A par da gestão local, o grupo Mazars apoia transversalmente todos os países que compõem o seu partnership integrado através de uma equipa de RH internacional que promove a partilha das melhores práticas entre países, faz a gestão e promoção dos programas de mobilidade internacional entre escritórios Mazars e gere os processos de formação, em conjunto com a Mazars University (formações internacionais e seminários) e investe no desenvolvimento no suporte e formação das próprias equipas que asseguram a gestão ao nível dos Recursos Humanos localmente.

Quantos colaboradores tem atualmente?
A Mazars em Portugal tem atualmente 130 colaboradores divididos por três escritórios (Lisboa, Porto e Leiria). Em termos globais a Mazars conta com mais de 18.000 profissionais em 79 países nos cinco continentes.

Em que valores estão assentes?
Valores como a Responsabilidade, Excelência Técnica, Continuidade, Respeito pelas Pessoas, Independência, Integridade e Diversidade Cultural são a base do dia-a-dia de um mazariano. Para os RH todos os valores têm um igual peso, mas estar numa organização onde o Respeito pelas Pessoas surge no ADN é um desafio acrescido. É fulcral garantir que ouvimos e estamos atentos aos demais para partilhar conhecimentos, experiências e competências, quer seja com colegas ou clientes. São as relações humanas que nos impulsionam e pelas quais procuramos criar valor num mercado tão competitivo como o de auditoria e consultoria. Pela Continuidade entendemos que enquanto os rostos mudam e as gerações se sucedem, as nossas relações, experiência e conhecimento sobrevivem, procuramos sempre aprender com o passado, mas olhando para o futuro.

Faça-nos um balanço da vossa campanha – “Na Mazars, é o teu futuro que conta!”.
A campanha “Na Mazars, é o teu futuro que conta!” surge com o desejo de criar impacto junto do público mais novo, os nossos futuros talentos. Com um design desenvolvido pelo Grupo Mazars, procurámos adaptar a mensagem à realidade do nosso país e ser claros no que os newjoiners poderão encontrar ao integrar a aventura Mazars. Decidimos partilhar o que conta para as nossas pessoas, nomeadamente, No sector specialization in first years, International Mobility, Mentoring, Have Fun & Learn, Collegial Work Environment, Empowerment, Diversity e Human Touch e, através das redes sociais e no contacto direto com os alunos, divulgar testemunhos de colaboradores Mazars onde em ambiente real de trabalho identificam na Mazars estas mensagens.

Queremos transmitir que muito mais do que uma experiência profissional, trabalhar na Mazars é uma verdadeira experiência de vida. Entendemos que os anos Mazars são anos que contam, pois são aqueles que nos moldam, nos marcam e nos fazem crescer.

O balanço da campanha foi muito positivo, conseguimos percebê-lo junto dos careers services das faculdades, dos alunos e também junto dos nossos colaboradores que não hesitaram em colaborar na campanha com os seus testemunhos.

Quais são as vossas políticas de gestão de carreira?
A Mazars é um player importante nas áreas de auditoria e consultoria. Atualmente mais do que em qualquer outra altura, temos de ser inteligentes, ágeis e inovadores na forma como trabalhamos. Na Mazars, oferecemos aos newjoiners um verdadeiro trampolim para a sua carreira. Envolvemos as pessoas em projetos estratégicos, damos formação regular e autonomia para evoluírem.

Tendo por base o desempenho e mérito dos nossos profissionais, é muito frequente uma progressão rápida e linear, sobretudo no início de carreira. Por exemplo, com 2 anos de experiência na Mazars é possível chegar a Senior, ser responsável por uma equipa e assegurar um trabalho de A a Z.

Como têm captado os talentos certos?
As novas gerações atribuem muita importância a um ambiente de trabalho amigável e de aprendizagem. Sabemos que, para atrair jovens das Gerações Y & Z, é preciso mais do que apenas um “bom trabalho”. A nova campanha “Na Mazars, é o teu futuro que conta!” surge também com a finalidade de expor as experiências que a Mazars proporciona, pois acreditamos que não encontrarão melhor ambiente para alcançar plenamente o seu potencial. O nosso objetivo é preparar as equipas, não só para ter sucesso na Mazars, mas para melhorar a sua empregabilidade global com competências que serão úteis tanto dentro como fora da empresa. Entendemos também que para ter sucesso, não basta apenas atrair os melhores talentos, é preciso educar e treinar a nossa equipa para se destacar numa indústria altamente competitiva.

Na sua opinião, o que tem dificultado as empresas de encontrarem e contratarem talentos?
A dificuldade não passa só por encontrar e contratar talento, pois todas as empresas conseguem identificar talento no seio da sua organização. Quando se cruza a atitude e empenho das pessoas com as oportunidades e desafios que as empresas proporcionam, o talento surge. O maior desafio é reter o talento, criar condições para a evolução e satisfação dos colaboradores.

Que metas querem alcançar este ano?
Na Mazars, entendemos que o dinamismo próprio das pessoas associado à exigência da profissão de auditoria e consultoria são desafios que enfrentamos constantemente.

A curto prazo, as metas que pretendemos alcançar são fundamentalmente estratégicas, organizacionais e humanas.

No que respeita às metas estratégias, queremos investir em ferramentas digitais que facilitem a nossa área de atuação. Temos feito esse trabalho não só em termos de grupo Mazars, através da plataforma de e-learning, mas também localmente, com a digitalização do processo de avaliação de desempenho.

Enquanto organização, os desafios passam pelo reforço e continuidade da cultura de aprendizagem e companheirismo, da qual muito nos orgulhamos, juntamente com o engagement, pois a profissão de auditor está cada vez mais sobre escrutínio e esperam-se também respostas dos RH para reter as equipa.

Por fim, a nível das pessoas, temas como a liderança, o desenvolvimento, a atração e retenção, e a promoção da mobilidade internacional, são o foco.

Mais notícias: