Mercado de TrabalhoProdutividade

O ano em pesquisa Google em Portugal e no mundo

Chegou o tão esperado momento em que olhamos para os últimos 12 meses, 365 dias, 525,600 minutos e reflectimos nas tendências que definiram o ano na Pesquisa do Google.  O ano de 2016 ficará sempre nas nossas memórias. De uma forma resumida, 2016 foi o ano em que, por exemplo, Portugal ganhou o Euro 2016 e a Maria Leal passou do anonimato a um fenómeno de popularidade. O ano em que chorámos a morte de David Bowie e assistimos à transferência do Renato Sanches, a mais cara de sempre de um português para o estrangeiro. A nível Internacional, 2016 ficou marcado por várias tendências de pesquisa, nomeadamente pelo jogo com níveis sem precedentes na história dos jogos de realidade aumentada para smartphones – Pokemon Go, ou pelas eleições americanas e o novo presidente dos EUA, Donald Trump.

A NÍVEL MUNDIAL

  • Pokémon Go
  • iPhone 7
  • Donald Trump
  • Prince
  • Powerball
  • David Bowie
  • Deadpool
  • Olympics
  • Slither.io
  • Suicide Squad

EM PORTUGAL

  • Euro 2016
  • Pokémon GO
  • Love on Top
  • Jogos Olímpicos Rio 2016
  • iPhone 7
  • Rock In Rio 2016
  • Secret Story 6
  • Brexit
  • Web Summit
  • Agario

 

Veja o vídeo Year in Search 2016.

 

 

 

 

 

 

 

 

As 6 listas temáticas referentes a Portugal, bem como as outras listas de tendências a nível internacional, podem ser consultadas aqui.

Para mais informação sobre “O Ano em Pesquisa 2016” em Portugal e no resto do mundo visite www.google.com/2016


Questões mais frequentes:

O que é o “Ano em Pesquisa” da Google?
O Ano em Pesquisa da Google trata-se de um olhar anual para o top de tendências na pesquisa do Google. Ao compilar o ano 2015 na pesquisa, analisamos a agregação de triliões de pesquisas ao longo do ano. As tendências geralmente identificam melhor o que chamou mais a atenção das pessoas em 2016 relativamente a 2015.

Como se definem as tendências?
As pesquisas de tendências são as pesquisas que tiveram o maior pico de tráfego durante um período sustentado em 2016 em comparação com 2015.

Qual é a metodologia para a criação das listas?
A Google estuda a agregação de triliões de pesquisas que as pessoas perguntaram ao Google durante este ano. A Google utiliza informação de múltiplas fontes, incluindo a sua ferramenta pública, http://www.google.com/trends/, bem como, outras ferramentas internas de informação. Também são filtradas as pesquisas spam e repetidas de maneira a criar as listas que melhor reflectem o espírito de 2016.

 

 

image_pdfimage_print
Previous post

Na Europa, o país líder da transformação digital é...

Next post

Paulina Santos - Diretora de Recursos Humanos do Grupo Your

Vanessa Henriques

Vanessa Henriques

Diretora Executiva da RHmagazine

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *